NOTÍCIAS

Fique por dentro das últimas notícias sobre o universo do carvão.

08/08/2019

Áreas impactadas antigas são recuperadas

As empresas carboníferas da região Sul de Santa Catarina investiram nos últimos 20 anos valores que chegam à casa dos R$ 200 milhões de reais, resultando na recuperação ambiental de 4,8 mil hectares de áreas impactadas pela mineração de carvão. Estes números correspondem a uma cobertura de 85% de áreas em obras de recuperação já concluídas ou em fase de recuperação, incluindo territórios que não integravam o passivo ambiental das empresas.

 

Estas são informações do Sindicato da Indústria da Extração do Carvão de Santa Catarina (Siecesc), integrante do Grupo Técnico de Assessoramento (GTA), que faz o acompanhamento dos trabalhos de recuperação e indica os rumos a serem tomados. O GTA também é integrado pelo Ministério Público Federal, União, Companhia de Pesquisas e Recursos Minerais (CPRM), Instituto do Meio Ambiente (IMA), Agência Nacional de Mineração (ANM) e Comitês das Bacias Hidrográficas da Região.

 

A indústria carbonífera de Santa Catarina vem se modernizando nos últimos 20 anos e cumprindo as normas ambientais. Todas as empresas filiadas aos Siecesc possuem Sistema de Gestão Ambiental e estão certificadas pela NBR ISO 14.001, passando por auditorias periódicas. O cuidado com o Meio Ambiente e a Saúde e Segurança do Trabalhador têm sido as principais fontes de investimentos nos últimos anos, garantindo o desenvolvimento sustentável deste setor que gera mais de três mil empregos diretos, com salário médio de R$ 3 mil reais, e é fundamental para a estabilidade econômica da região Sul do Estado.

 

 

Joice Quadros

Jornalista JP00339SC

(48) 99984 9967

joicedequadros@hotmail.com

Criciúma, agosto 2019

Voltar